terça-feira, 17 de novembro de 2009

Conjunto vazio



Deixemos tudo assim:

Nao me procure,
eu poupo minhas lágrimas.

Não adicionemos mais nada .

Nem sal,
..nem açúcar,
nem mel,
..nem água,
nem fogo.

Deixe o
excedente
cair
.............bem
...............................de
....................................................leve ,
é como pluma ao relento.


O silêncio e o vento
se encarregam do que restar.

Do mar de sensações ou de angu stias ,
Sobra apenas uma pequenina gota no meu travesseiro antes de
dormir.

Cada dia mais ínfima.

Resquícios
derradeiros.

Resíduos inertes,
de uma equação indecifrável:

Eu só
sabia somar,
só mar,
amar.....

e você
subtrair,
trair,
ir.

Mas é chegado o dia em que a gente
cansa de falar de amor e aprende a se amar.

2 comentários:

É próprio do filósofo poder especular sobre todas as coisas.
Aristóteles